Medicina Quântica – Qualidade de Vida

A medicina quântica consiste em fazer a ponte entre os princípios íntegros da medicina tradicional chinesa e os conceitos da física Quântica moderna.

Apenas hoje, mais de cem anos depois da descoberta da quantidade activa h(1) por Max Planck, os  conhecimentos da física quântica começam a influir frutíferamente na medicina também e, que exatamente os  assim chamados quantuns energéticos que atuam sobre o metabolismo, dirigem a matéria e os processos  biológicos no corpo, podem ser definidos primariamente mediante estes quantuns energéticos que actuam sobre o metabolismo. Isto, sem dúvida alguma, leva consequências importantes para o tratamento

 

 

 

 

 

Uma noção nova na ciência é a assim chamada medicina quântica. Ela surge no final dos anos 80 e sua origem está na Rússia de hoje. A medicina quântica parte do conceito que cada doença, muito tempo antes de ser diagnosticada mediante a medicina convencional, baseia-se no desequilíbrio do nível informativo e das correntes de energia no corpo humano, nos assim chamados meridianos enérgicos.

As células do corpo estão compostas por um núcleo atômico e elétrons e como se compusessem uma central elétrica comum com um sistema bioelétrico circular central que não depende do sistema nervoso central. Se este sistema se altera, chega-se a mudanças morfológicas na célula e, por consequência, a doença ou dano contínuo do órgão afetado ou os órgãos afetados. Quando se cria novamente o potencial enérgico da célula, a “central elétrica Homem” está em equilíbrio de novo. A doença e a dor desaparecem.

A teoria do campo quântico mostra que o cosmos e o homem consistem em sua grande parte de quantuns energéticos. Estes quantuns que influem sobre o metabolismo são SUPERIORES à matéria e por isso, adaptam-se MELHOR à terapia das substâncias materiais.

A medicina chinesa como exemplo de terapia quântica

E assim, nós temos necessidade de novos conceitos na medicina, de um sistema que define de novo as causas da doença. A medicina quântica reúne os princípios físicos mais modernos com os sistemas milenares naturais de tratamento. É um conjunto de ciências, meios e métodos que se baseia no uso de irradiações electromagnéticas, processos quânticos e qualidades da onda e da informação da matéria viva

Dito com palavras mais simples: com a ajuda da irradiação electromagnética correcta o homem é são novamente por uma via natural.

A essência da doença não é nova, é conhecida desde a antiguidade. A medicina quântica tem como base a medicina chinesa tradicional. Que faz mais de 6000 anos, a doença foi interpretada como presença de informação errónea. Isto manifesta-se através do desequilíbrio da energia, de Chi. Os médicos chineses tinham como fim a ideia de fazer as energias bloqueadas e desiguais fluir e harmonizar-se. O método mais famoso no Ocidente, mas claro não o único, é a acupunctura.

A medicina chinesa divide o corpo humano em três sistemas:

1. Nível informativo
2. Nível energético
3. Nível somático

Antes que o homem adoeça a nível do corpo (somático), adoece-se primeiro aos primeiros dois níveis. E assim, é válido concentrar esforços nos níveis energético e informativos, para que o corpo humano fique são. A missão dos médicos chineses reza o seguinte: Põe o Chi do homem em equilíbrio. Os médicos da China Antiga foram remunerados para que as pessoas não adoecessem fisicamente. Todos os seus conhecimentos e o seu entendimento estavam dirigidos para o diagnóstico e a terapia das correntes energéticas no corpo. Se um homem adoecia, o médico fracassava porque não tinha podido cumprir com sua tarefa principal.

O NOME DO MÓDULO: UNIVERSUM

A CAUSA DAS DOENÇAS:

A tarefa principal da medicina chinesa consistia em diagnosticar a energia da vida no corpo e através de terapias adequadas a devolvê-la na corrente e no equilíbrio. Nisto consiste a tarefa da medicina quântica: cada função normal e sã do corpo supõe a presença de suficiente energia e de informação correcta. A doença interpreta-se como a penetração de um factor forte de tipo alheio na estrutura informativo-enérgica do corpo. No grupo dos factores que rompem o “lar energético” entram cargas como utensílios electrodomésticos, telefones celulares e linhas de alta tensão próximas. Nestas cargas contínuas criadas pela irradiação, a medicina quântica vê a causa efectiva das doenças.
Fundação da Associação de Medicina Quântica

A Associação de medicina quântica surge em Moscovo na época do desarmamento mútuo do Leste e do Ocidente. Gorbachov, os Estados Unidos e a OTAN assinaram os contratos START. No Instituto de investigações da energia em Moscovo que se ocupava da técnica civil e estratégica dos voos cósmicos, cientistas estiveram sob o perigo do desemprego. Eles reuniram-se com fim a concentrar o seu trabalho e investigação ao tratamento de pessoas doentes e a mantê-las sãs. A assim surgiu a empresa que hoje se conhece sob o nome de MILTA – PKP GIT AG.

A TERAPIA QUÂNTICA

“A terapia quântica é uma aplicação prática dos conhecimentos da medicina quântica – a terapia quântica ajuda ao corpo a mobilizar suas forças de autotratamento.”

Mediante o aparelho de terapia quântica RIKTA, as bio-frequências naturais e os impulsos pulsantes de luz, no corpo humano pode-se realizar uma verdadeira estimulação energética. Deste modo os métodos quânticos reforçam a vibração vital das nossas células e ajudam às forças de autotratamento do corpo. A energia nos meridianos harmoniza-se e aumenta o nível energético. Deste modo o tratamento é absolutamente indolor e quando aplicado correctamente não tem efeitos secundários.

As bio-frequências criadas por RIKTA, próximas às biofrequências/ naturais correspondem exactamente às condições electromagnéticas até às quais hoje os seres vivos na terra já não podem chegar por via natural.

Puras” condições bioeletromagnéticas de vida

Terapia quântica – resultados e êxitos

Os estudos clínicos intensivos demonstram um efeito anti-inflamatório, regenerativo do tecido, melhora da circulação do sangue e activação da circulação sanguínea capilar. A análise dos presentes resultados realizados entre os anos 1991 e 1997 dá a possibilidade de fazer conclusões quanto ao grau de eficácia dos métodos quânticos no tratamento de diferentes doenças do homem e animais.

Doença

Diminuição da necessidade de medicamentos

Redução da duração do tratamento

Fonte de informação 

Pneumonia 1-9 Vezes  5-8 dias Revista ”Medicina clínica” 1991, autores: Koriushina y Grigoriev 
Feridas, Queimaduras  2-4 Vezes  2-3 dias Cátedra de cirurgia da Academia Militar
Estômago 2-7 vezes – Em 60% dos casos é possível a supressão total dos medicamentos  6-9 dias II.Conferencia Internacional de “Problemas actuais da medicina laser”, autor: Amirov
Hipertensão (fase crítica)  3-4 Vezes 3-5 dias Aplicação da técnica laser na cirurgia”, 1988, autor: Bugaey
Profilática da bronquite  Redução da freqüência da doença em 76% Problemas actuais da medicina laser”, 1994
Profilática das doenças de otorrinolaringologia  Redução da freqüência da doença 89% Idem, autor: Lihaeva 
Doença isquêmica do coração (fase avançada)  2-3 vezes 8-12 dias Idem, autor: Babushkina
Prostatite  2-5 vezes Cátedra de urologia da Universidade de Amizade entre as Nações 
Radiculite osteocondrose  1-7 vezes 2-4 dias A. V. Gaydamakina